EFEITO DO ESPAÇAMENTO ENTRE LINHAS E DENSIDADE DE PLANTAS NA PRODUÇÃO DA CULTURA DE MILHO

Joaquim V. Uate, Renzo G. Von Pinho, Leandro L. Cancellier

Resumo


Anualmente novas cultivares de milho são disponibilizadas no mercado, intensificando-se a necessidade de pesquisas para o aumento de produtividade, dentre elas as relacionadas com a identificação de melhores formas de arranjo de plantas no campo. O estudo teve como objetivo avaliar o comportamento agronómico de híbridos de milho, submetidos a diferentes densidades de plantio e espaçamentos entre linhas. O experimento foi conduzido em Ijací/MG, onde foram avaliados quatro híbridos de milho, nas densidades de 55 mil, 70 mil e 85 mil plantas ha-1, nos espaçamentos entre linhas de 0,80 e 0,55 m. O experimento foi disposto no delineamento de blocos casualisados, num arranjo factorial, com três repetições, onde se avaliou a altura de inserção da espiga (AIE), o peso de cem sementes (PCS) e a produtividade de grão (PG) em kg ha-1. A densidade de 85 mil plantas ha-1, apresentou uma média de AIE igual a 116 cm, tendo sido superior em relação às restantes densidades avaliadas. O PCS foi influenciado apenas pelo factor híbrido, em que AG 4051 (37g) apresentou-se superior aos restantes. Na densidade de 85 mil plantas ha-1 a média da PG foi significativamente superior à obtida na densidade de 55 mil plantas ha-1 (9.680 kg ha-1). Conclui-se que há diferença no comportamento dos híbridos quanto às características avaliadas. O espaçamento de 0,55 m e densidade de 85 mil proporcionam aumento na PG.
Palavras-chave: Zea mays L., híbrido, arranjo de plantas.

Referências


AFFÉRRI, F. S. et al. Espaçamento e densidade de semeadura para a cultura do milho, em plantio tardio, no Estado do Tocantins. Pesquisa Agropecuária Tropical. v. 38, n. 2, p. 128-133, jun. 2008.

ALVAREZ, C. G. D.; PINHO, R. G. V.; BORGES, I. D. B. Avaliação de características agronômicas e de produção de forragem e grãos de milho em diferentes densidades de semeadura e espaçamento entre linhas. Ciência e Agrotecnologia. Lavras, v. 30, n.3, p. 402-408, maio/jun., 2006.

Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). Acompanhamento da safra brasileira de grãos 2011/2012: Quinto Levantamento, Fevereiro/2012.

CRUZ, J. C. et al. Resposta de cultivares de milho à variação em espaçamento e densidade. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.6, n.1, p.60-73, 2007.

DEMÉTRIO, C.S. et al. Desempenho de híbridos de milho submetidos a diferentes espaçamentos e densidades populacionais. Pesquisa Agropecuária Brasileira. Brasília, v.43, n.12, p.1691-1697, dez. 2008. EMBRAPA. Características agronômicas das cultivares de milho disponíveis no mercado na safra 2008/09. Disponível em: http://www.cnpms.embrapa.br/milho. Acesso em: 02 de Outubro de 2011.

EMYGDIO, B. M.; TEIXEIRA, M. C. C. Densidade de plantas e espaçamento entrelinhas para o híbrido de milho BRS1002. Pelotas: Outubro, 2008 (circular técnico 68).

FERREIRA, D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium, v.6, p.36-41, 2008.

GILO, E. G. et al. Comportamento de híbridos de milho no Cerrado Sul-Matogrossense, sob diferentes espaçamentos entre linhas. Bioscience Journal. Uberlândia, v. 27, n. 6, p. 908-914, Nov./Dec. 2011

GROSS, M. R.; PINHO, R. G. V.; BRITO, A. H. Adubação nitrogenada, densidade de semeadura e espaçamento entre fileiras na cultura do milho em sistema de plantio direto. Ciência e Agrotecnologia. Lavras, v. 30, n. 3, p. 387-393, maio/jun. 2006.

MODOLO A. J. et al. Desempenho de híbridos de milho na Região Sudoeste do Paraná sob diferentes espaçamentos entre linhas. Revista Ciência Agronômica. Fortaleza, v. 41, n. 3, p. 435-441, jul./set 2010.

NASCIMENTO, E.S. et al. Resposta de híbridos de milho a diferentes espaçamentos entre linhas. Nucleus. Ituverava, v.9, n.2, 2012.

PIANA et al. Densidade de plantas de milho híbrido em semeadura precoce no Rio Grande do Sul. Ciência Rural. v. 38, n.9, dez 2008.

PINHO, R.G.V.; SOUSA, L.O.V.; VASCONCELOS, R. C. Sistemas de cultivo, épocas de semeadura e doses de nitrogênio na produção de milho em Lavras-MG. Revista Ceres. v. 5, n. 290, p. 431-444, 2008.

PORTO A.P.F. et al. Variedades de milho a diferentes espaçamentos no Planalto de Vitória da Conquista – BA. Revista Brasileira de Ciências Agrárias. Recife, v.6, n.2, p.208-214, abr.-jun., 2011.

SANGOI, L.; SCHMITT, A.; ZANIN, C. G. Área foliar e rendimento de grãos de híbridos de milho em diferentes populações de plantas. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v.6, n.3, p. 263-271, 2007.

SILVA, A. G. et al. Influência da população de plantas e do espaçamento entre linhas nos caracteres agronômicos do híbrido de milho P30K75 em Rio Verde, Goiás. Bioscience Journal. Uberlândia, v. 24, n. 02, p. 89-96, 2008.

SILVA, P. R. F. et al. Adequação da densidade de plantas à época de semeadura em milho irrigado. Revista de Ciências Agroveterinárias. Lages, v.9, n.1, 2010.

TEIXEIRA M. C. C. et al. Desempenho de híbridos simples de milho cultivados em diferentes espaçamentos entre linhas e densidades de plantas. In: Reunião Técnica Anual de Milho. n. 52, 2007.


Apontadores

  • Não há apontadores.