Pesquisa em Moçambique no domínio da actividade física: uma revisão do estado da arte

António Prista, Fernanda Santos, Lucília Mangona, Leonardo Nhantumbo

Resumo


A actividade física (AF) associada aos problemas de saúde pública tem constituído um tópico de crescente importância, atingindo países de todos os níveis de desenvolvimento, todas as classes sociais e grupos etários ou de género. Por essa razão a pesquisa em Moçambique neste domínio tem conhecido uma crescente actividade. O objectivo deste trabalho foi o de elaborar uma síntese sobre o conhecimento produzido sobre a actividade física em Moçambique que permitisse o estabelecimento do estado da arte na matéria. Das publicações cientificas constantes nas bases de dados cientificas e nos registos de teses de pôs graduação nas Universidades foi possível reunir um conjunto de informações relevantes. A pesquisa existente é já extensiva e abrange crianças, jovens, adultos e idosos, do campo e da cidade. A temática da AF tem sido estudada em relação ao género, á idade, ao efeitos das condições ambientais e ao estado nutricional bem como á sua associação com os factores de risco de doenças cardiovasculares. Por outro lado, o impacto das abruptas transformações socioeconómicas de Moçambique tem sido monitorado ao longo dos últimos 25 anos observando se transformações no sentido do aumento do sedentarismo com consequências negativas já mensuráveis em áreas como a saúde cardiovascular, a aptidão física e a obesidade. A especificidade do contexto estudado relativo ao que é abundante na literatura parece tornar a pesquisa em Moçambique, não apenas relevante para o País mas também no contributo específico para o conhecimento na área da AF.

Referências


AARON, D. J.; JEKAL, Y. S.; LAPORTE, R. E. Epidemiology of physical activity from adolescence to young adulthood. World Rev. Nutr. Diet., v. 94, p. 36-41, 2005.

ALLCOCK, D. M.; GARDNER, M. J.; SOWERS, J. R. Relation between Childhood Obesity and Adult Cardiovascular Risk. Int. J. Pediatr. Endocrinol., v. 2009, p. 108-187, 2009.

AMUGSI, D. A.; MITTELMARK, M. B.; LARTEY, A. An analysis of socio-demographic patterns in child malnutrition trends using Ghana demographic and health survey data in the period 1993-2008. BMC Public Health, v. 13, n. 1, p. 960, Oct 16 2013.

ARMSTRONG, M. E.; LAMBERT, M. I.; LAMBERT, E. V. Secular trends in the prevalence of stunting, overweight and obesity among South African children (1994-2004). Eur. J. Clin. Nutr., v. 65, n. 7, p. 835-40, Jul 2011.

ATKIN, A. J. et al. Sedentary time in children: influence of accelerometer processing on health relations. Med. Sci. Sports Exerc., v. 45, n. 6, p. 1097-104, Jun 2013.

AZEVEDO, M. R. et al. Tracking of physical activity from adolescence to adulthood: a population-based study. Rev. Saúde Pública, v. 41, n. 1, p. 69-75, Feb 2007.

BENEFICE, E.; GARNIER, D.; NDIAYE, G. Assessment of physical activity among rural Senegalese adolescent girls: influence of age, sexual maturation, and body composition. J. Adolesc. Health, v. 28, n. 4, p. 319-27, Apr 2001a.

BENEFICE, E.; GARNIER, D.; NDIAYE, G. High levels of habitual physical activity in west African adolescent girls and relationship to maturation, growth, and nutritional status: results from a 3-year prospective study. Am. J. Hum. Biol., v. 13, n. 6, p. 808-20, Nov-Dec 2001b.

BENEFICE, E.; NDIAYE, G. Relationships between anthropometry, cardiorespiratory fitness indices and physical activity levels in different age and sex groups in rural Senegal (West Africa). Ann. Hum. Biol., v. 32, n. 3, p. 366-82, May-Jun 2005.

BIDDLE, S. J.; KING, J.; YATES, T. TV viewing, but not total sedentary behaviour, is associated with adverse cardiometabolic biomarkers in adolescents. Evid. Based Nurs., v. 15, n. 4, p. 113-4, Oct 2012.

DACA T. Estudo comparativo dos efeitos Biopsicossociais de dois programas de actividade física para idosas em Moçambique. São Paulo: USP, 2015. 245 f. (Tese de Doutoramento, Escola de Educacao Fisica e Esporte da Universidade de São Paulo)

DANIELS, S. R. Complications of obesity in children and adolescents. Int. J. Obes., v. 33 Suppl 1, p. S60-5, Apr 2009.

DANIELS, S. R. et al. Overweight in children and adolescents: pathophysiology, consequences, prevention, and treatment. Circulation, v. 111, n. 15, p. 1999-2012, Apr 19 2005.

DE ONIS, M.; BLOSSNER, M.; BORGHI, E. Global prevalence and trends of overweight and obesity among preschool children. Am. J. Clin. Nutr., v. 92, n. 5, p. 1257-64, 2010.

EDWARDSON, C. L. et al. Association of sedentary behaviour with metabolic syndrome: a meta-analysis. PLoS One, v. 7, n. 4, p. e34916, 2012.

FORJAZ, C. et al. Risco cardiovascular e actividade física: estudos em Moçambique. Revista Científica da Universidade Eduardo Mondlane, 2016: no prelo.

HALLAL, P. C. et al. Global physical activity levels: surveillance progress, pitfalls, and prospects. Lancet, v. 380, n. 9838, p. 247-57, Jul 21 2012.

HUANG, T. T.; BALL, G. D.; FRANKS, P. W. Metabolic syndrome in youth: current issues and challenges. Appl. Physiol. Nutr. Metab., v. 32, n. 1, p. 13-22, Feb 2007.

LOPES, V. et al. Níveis e padrões de actividade física de jovens e crianças de Calanga: da simples descrição à sua relevância em termos funcionais. In: PRISTA, A.; MAIA, J., et al (eds.). O desafio de Calanga: do lugar e das pessoas à aventura da ciência. Porto: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, 2010.

MADEIRA, A. D. Influência da Malária Assintomática em Parâmetros de Crescimento e Desenvolvimento em Crianças e Jovens de uma Região Rural de Moçambique. Barcelona: Universitat Ramon Llul, 2011. (Tese de Doutoramento, Facultat se Psicologia, Ciències de L'Educació i De L'Esport, Universitat Ramon Llull).

MAIA, J. et al. Da síndrome metabólica - Explorando associação entre indicadores da síndrome metabólica, resistência cardiorespiratória e actividade física em crianças dos 6 aos 9 anos de Calanga, Moçambique. In: PRISTA, A.;MAIA, J., et al (Ed.). O desafio de Calanga: do lugar e das pessoas à aventura da ciência. Porto: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, 2010. Cap. 7, p.137-153.

MALIGIE, M. et al. Adiposity, fat patterning, and the metabolic syndrome among diverse youth: the EPOCH study. J. Pediatr., v. 161, n. 5, p. 875-80, Nov 2012.

MALINA, R. M. Physical activity and fitness: pathways from childhood to adulthood. Am. J. Hum. Biol., v. 13, n. 2, p. 162-72, Mar-Apr 2001.

MALINA, R. M.; BOUCHARD, C.; BAR-OR, O. Growth, maturation and physical activity. Champaign: Human Kinectics, 2004.

MANGONA, L.; TCHONGA, F.; DACA, T.; BHATT, N.; PRISTA. A. Actividade Física e Aptidão Cardiorespiratoria Em Mulheres moçambicanas portadoras do HIV em regime do TARV. in: JORNADAS SOBRE PESQUISA E INOVAÇÃO EM SAUDE PARA O DESENVOLVIMENTO DE MOCAMBIQUE, Maputo, 2015. Livros de Resumos..., Maputo, 2015

MANGONA, L. et al. Níveis de actividade física habitual medida por acelarómetria em mulheres moçambicanas portadoras do HIV em regime do TARV (RESUMO). In: JORNADAS DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO DESPORTO E ACTIVIDADE FÍSICA, JOINDAF. Maputo, 2014. Livros de Resumos… Maputo: CIDAF-UP, 2014.

MONYEKI, K. D.; CAMERON, N.; GETZ, B. Growth and nutritional status of rural South African children 3-10 years old: The Ellisras growth study. Am. J. Hum. Biol., v. 12, n. 1, p. 42-49, Jan 2000.

MUTHURI, S. K. et al. Temporal trends and correlates of physical activity, sedentary behaviour, and physical fitness among school-aged children in Sub-Saharan Africa: a systematic review. Int. J. Environ. Res. Public Health, v. 11, n. 3, p. 3327-59, Mar 2014.

NG, M. et al. Global, regional, and national prevalence of overweight and obesity in children and adults during 1980-2013: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2013. Lancet, v. 384, n. 9945, p. 766-81, Aug 30 2014.

NHANTUMBO, L. et al. Avaliação antropométrica do estado nutricional e aspectos fragmentados da realidade contextual africana: uma revisão da literatura. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, v. 9, n. 3, p. 311-319, 2007.

NHANTUMBO, L. et al. Atividade física em crianças e jovens residentes em uma comunidade rural moçambicana: efeitos da idade, sexo e estado nutricional. Pan American Journal Health Organization, v. 23, n. 3, p. 171-178, 2008.

NHANTUMBO, L. et al. Nutritional status and its association with physical fitness, physical activity and parasitological indicators in youths from rural Mozambique. Am. J. Hum. Biol., v. 25, n. 4, p. 516-23, Jul-Aug 2013.

PADRAO, P. et al. Physical activity patterns in Mozambique: urban/rural differences during epidemiological transition. Prev. Med., v. 55, n. 5, p. 444-9, Nov 2012.

PRISTA, A. Influência da actividade física e dos factores sócio-económicos sobre as componentes da estrutura do valor físico relacionados com a saúde. Estudo em crianças e jovens moçambicanos. Porto: Universidade do Porto, 1994. (Tese de Doutoramento, Faculdade de Desporto, Universidade do Porto).

PRISTA, A.; BALAGUÉ, F.; NORDIN, M.; SKOVRON, M. L. Low back pain in Mozambican adolescents. Eur Spine J, v. 13, n. 4, p. 341-5, Jul 2004.

PRISTA, A. Actividade física: conceitos e método de avaliação. In: PRISTA, A.;MARQUES, A. T., et al (Ed.). Faculdade de Ciências de Educação Física: 10 Anos de Actividade Científica. Lisboa: CEFD-MJD, 2000. p.138-146.

PRISTA, A. Sedentarismo, urbanização e transição epidemiológica. Revista Cientifica da UEM - Series Ciências Biomédicas e Saúde, v. 1, p. 28-38, 2012.

PRISTA, A. et al. Physical activity and fitness in African HIV positive women. ANNUAL MEETING OF THE EUROPEAN COLLEGE OF EXERCISE SCIENCES. Barcelona, 2013. Proceedings… Barcelona, 2013.

PRISTA, A. et al. Saúde, estilo de vida e urbanização em Moçambique: problemas e perspectivas. Revista Moçambicana de Ciências de Saúde, v. 1, n. 1, p. 11-21, 2014.

PRISTA, A. et al. Somatic growth of a school-aged population from Mozambique: trend and biosocial meaning. Hum. Biol., v. 77, n. 4, p. 457-70, Aug 2005.

PRISTA, A. et al., (eds.). Saúde, crescimento e desenvolvimento: um estudo epidemiológico em crianças e jovens de Moçambique. Porto: Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Unviersidade do Porto, 2002.

PRISTA, A. et al. Anthropometric indicators of nutritional status: implications for fitness, activity, and health in school-age children and adolescents from Maputo, Mozambique. Am. J. Clin. Nutr., v. 77, n. 4, p. 952-9, Apr 2003.

PRISTA, A.; MARQUES, A. T.; MAIA, J. Relationship between Physical Activity, Socioeconomic Status, and Physical Fitness of 8-15-Year-Old Youth from Mozambique. American Journal of Human Biology, v. 9, n. 4, p. 449-457, 1997.

PRISTA, A.; MARQUES, A. T.; MAIA, J. A. Empirical validation of an instrument to measure habitual physical activity in youth from Maputo, Mozambique. Am. J. Hum. Biol., v. 12, n. 4, p. 437-446, Jul 2000.

PRISTA, A. et al. Physical activity assessed by accelerometry in rural African school-age children and adolescents. Pediatr. Exerc. Sci., v. 21, n. 4, p. 384-99, Nov 2009.

SALLIS, J. F.; PROCHASKA, J. J.; TAYLOR, W. C. A review of correlates of physical activity of children and adolescents. Med. Sci. Sports Exerc., v. 32, n. 5, p. 963-75, May 2000.

SANTOS, F. K. et al. Physical activity, fitness and the metabolic syndrome in rural youths from Mozambique. Ann. Hum. Biol., v. 40, n. 1, p. 15-22, Jan 2013.

SANTOS, F. K. et al. Secular trends in habitual physical activities of mozambican children and adolescents from maputo city. Int. J. Environ. Res. Public Health, v. 11, n. 10, p. 10940-50, 2014a.

SANTOS, F. K. dos et al. Secular trends in growth and nutritional status of Mozambican school-aged children and adolescents. PLoS One, v. 9, n. 12, p. e114068, 2014b.

SANTOS, F. K. dos et al. Secular trends in physical fitness of Mozambican school-aged children and adolescents. Am. J. Hum. Biol., Oct 6 2014c.

SANTOS, F. K. dos. Crescimento, atividade física, desempenho motor e risco cardiometabólico. Um estudo em Portugal e Moçambique. Porto: Universidade do Porto, 2014d. (Tese de Doutoramento, Faculdade de Desporto da Universidade do Porto).

SANTOS, F. K. dos et al. Body mass index, cardiorespiratory fitness and cardiometabolic risk factors in youth from Portugal and Mozambique. Int. J. Obes (Lond), v. 39, n. 10, p. 1467-74, Oct 2015.

SARANGA, S. et al. Composição corporal em populações africanas: uma perspectiva epidemiológica. Revista Portuguesa de Saúde Pública, v. 25, n. 1, p. 85-99, 2007.

SARANGA, S. et al. Alterações no padrão de atividade física em função da urbanização e determinantes socioculturais: um estudo em crianças e jovens de Maputo (Moçambique). R. Bras. Ci. e Mov., v. 16, n. 2, p. 17-24, 2008.

SAUNDERS, T. J. et al. Acute sedentary behaviour and markers of cardiometabolic risk: a systematic review of intervention studies. J. Nutr. Metab., v. 2012, p. 712435, 2012.

STEINBECK, K. S. The importance of physical activity in the prevention of overweight and obesity in childhood: a review and an opinion. Obes. Rev., v. 2, n. 2, p. 117-30, May 2001.

SURIS, J. C.; PARERA, N. Don't stop, don't stop: physical activity and adolescence. Int. J. Adolesc. Med. Health, v. 17, n. 1, p. 67-78, Jan-Mar 2005.

TAILOR, A. M. et al. An update on the prevalence of the metabolic syndrome in children and adolescents. Int. J. Pediatr. Obes., v. 5, n. 3, p. 202-213, 2010.

TELAMA, R. Tracking of Physical Activity from Childhood to Adulthood: A Review. Obesity Facts, v. 2, n. 3, p. 187-195, 2009.

TELAMA, R. et al. Tracking of physical activity from early childhood through youth into adulthood. Med. Sci. Sports Exerc., v. 46, n. 5, p. 955-62, 2014.

UAUY, R.; KAIN, J. The epidemiological transition: need to incorporate obesity prevention into nutrition programmes. Public Health Nutr., v. 5, n. 1A, p. 223-9, Feb 2002.

VARELA-SILVA, M. I. et al. The nutritional dual-burden in developing countries--how is it assessed and what are the health implications? Coll Antropol., v. 36, n. 1, p. 39-45, Mar 2012.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Global health risks: mortality and burden of disease attributable to selected major risks. Geneva: WHO Press, 2009.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Global status report on noncommunicable diseases 2010. Geneva: WHO Press, 2011.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. World health statistics 2013. Geneva: WHO Press, 2013.

YANG, X. et al. Risk of obesity in relation to physical activity tracking from youth to adulthood. Med. Sci. Sports Exerc, v. 38, n. 5, p. 919-25, May 2006.

YUSUF, S. et al. Global burden of cardiovascular diseases: part I: general considerations, the epidemiologic transition, risk factors, and impact of urbanization. Circulation, v. 104, n. 22, p. 2746-53, Nov 27 2001a.

YUSUF, S. et al. Global burden of cardiovascular diseases: Part II: variations

in cardiovascular disease by specific ethnic groups and geographic regions and prevention strategies. Circulation, v. 104, n. 23, p. 2855-64, Dec 4 2001b.


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN: 2307-3896