Avaliação da adopção da técnica de mulching em solos de regiões semi-aridas de Moçambique

Eunice Cavane, Rogério Borguete, Alberto Nhaca

Resumo


Nas regiões semi-áridas, a distribuição errática e os baixos níveis de precipitação anual aumentam o risco de perda de culturas e a insegurança alimentar das famílias rurais. Este estudo analisou o processo de adopção da técnica de cobertura permanente do solo (ou mulching) disseminada pelos serviços distritais de extensão de Massinga para aumentar a produtividade agrícola. Os dados foram colhidos entre Outubro e Dezembro de 2009, usando uma combinação de métodos de consulta de dados secundários, observação e inquérito à 121 produtores, seleccionados aleatoriamente. Os resultados indicaram uma abordagem de extensão direccionada à treinamentos e provisão de insumos agrícolas. Os produtores possuem um bom conhecimento sobre as características de mulching. Porém, o conhecimento sobre a aplicação correcta de mulching revelou-se insuficiente. Cerca de 50% dos produtores participantes aplicou os resíduos depois da sementeira, o que vai contra as recomendações de cerca de 30% de resíduos na altura da sementeira. A taxa de adopção de mulching foi crescente, de 30% para 90% no período de 2007 a 2009. Entretanto, a adopção foi limitada à produçãode hortícolas nas baixas em campos de demonstração de resultados de 500 e 1000 m2. Houve poucos casos de uso de mulching na produção de milho, feijão nhemba e amendoim nas zonas altas e mais propensas à seca. Os serviços de extensão devem considerar a expansão da técnica de mulching às zonas altas. Os dados revelaram existir uma associação positiva e significativa (p< 0,05) entre o uso de mulching e a disponibilidade de alimentos nas famílias.

Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .